Bomba Centrífuga é indicada para bombeamento de água e de líquidos limpos ou turvos, com partículas sólidas de pequeno ou grande diâmetro em grandes concentrações como carvão, areia, pedras, alumínio, minérios em geral, fosfato, cinzas e rejeitos, bem como líquidos abrasivos e/ou corrosivos nas seguintes aplicações:

  • Abastecimento de água (industrial e municipal);
  • Ar condicionado;
  • Drenagem;
  • Indústria de açucar e álcool;
  • Indústrias químicas e petroquímicas;
  • Indústrias de papel e celulose
  • Instalações prediais;
  • Irrigação;
  • Mineração, Siderurgia, Geração Térmica, Processo de Minérios, Areias e Pedreiras e Industria de Processos.
A Bomba Centrífuga é mancalizada

Materiais empregados na bomba centrífuga

Carcaça e Intermediária:

A Bomba Centrífuga tem liga especial de alumínio-silício, de aIta resistência à pressão e oxidação. Rotor – do tipo fechado, construído em liga especial de alumínio-silício e fixadas por meio de chaveta, arruela e parafuso de fixação.

Vedação do eixo:

Por selo mecânico – Ø 1.1/4″, tipo 21 – conjunto de precisão, construído com borracha nitrílica, mola de aço inox e faces de vedação em grafite e cerâmica. Temperatura de trabalho do liquido até 80ºC.

Motor Elétrico:

  • Norma – Nema MG1-18.614 – JM
  • Eixo: protegido por bucha de bronze
  • Rotação: 2 polos – 3.450 RPM – 60 Hz
  • Monofásico: 220/440V
  • Trifásico: 220/380V
  • Grau de Proteção: IP 55 (TFVE)
  • Isolamento: Classe “B”

Opcionais

Carcaça, intermediária e rotor: Ferro fundido. Outros materiais sob consulta.

Selo mecânico: Para bombeamento de água com temperaturas superiores à 80 graus recomenda-se a utilização das borrachas em Viton. Nos casos em que haja a presença de abrasivos recomenda-se o uso do selo de carbeto de silício.

Motor elétrico:

  • 50Hz
  • Alto rendimento
  • Outras tensões
  • IP55, 56, 65, 66
  • Isolamento classe F ou H
  • Eixo em aço inox
  • Outros opcionais sob consulta