O uso do cloro orgânico repõe na água da piscina a quantidade de estabilizante perdida junto com a água em transbordamentos, diluição por chuvas, corpos molhados dos banhistas etc., e isso torna o tratamento ainda mais econômico porque a piscina permanece sempre estabilizada.

Outro fator importante a considerar é que, tendo pH quase neutro, o cloro orgânico não altera o pH da água, redundando em maior economia.

O cloro apresenta alta, rápida e total solubilidade em água, não deixando para trás nenhum resíduo insolúvel que possa provocar turvação da água ou sobrecarga no filtro. Pode ser utilizado, nas dosagens recomendadas, sem restrições em piscinas de fibra e vinil, pintura ou azulejo de qualquer tipo.

Como usar o Cloro na Piscina

Dosagem inicial de cloro para estabilização

  • Ajuste a Alcalinidade Total da água entre 80 e 120 ppm, com a ajuda do Kit Teste de Alcalinidade e o produto pH Estável. Ajuste a Dureza Cálcica entre 100 e 250 ppm.
  • Mantenha o pH da água sempre entre 7,2 e 7,6.
  • Adicione diariamente 4 gramas de Cloro por metro cúbico de água sempre ao entardecer.
  • Dissolva o Cloro em um recipiente plástico limpo com água e espalhe a solução sobre a superfície da piscina. Se preferir, distribua os grânulos diretamente sobre a superfície da água.
  • Meça o cloro residual ao amanhecer e aumente ou diminua a dosagem de forma a obter entre 1 e 3 ppm.
  • Após 3 ou 4 semanas, o cloro residual medido ao amanhecer deverá ser superior a 1ppm revelando a estabilização da água, sendo possível então, a redução da cloração para aproximadamente 1,5 gramas por metro cúbico de água, conforme descrito em: Dosagem de Rotina.
  • Importante: Se a água de sua piscina estiver sujeita a variações bruscas e frequentes de pH, utilize estabilizador de pH, diminuindo a necessidade de correções, além de acarretar uma substancial economia de cloro!

Dosagem de cloro para rotina

  • Ajuste a Alcalinidade Total da água entre 80 e 120 ppm.
  • Adicione diariamente 2 gramas de cloro orgânico por metro cúbico de água sempre ao entardecer.
  • Dissolva o cloro em um recipiente plástico limpo com água e espalhe a solução sobre a superfície da piscina, ou se preferir , distribua os grânulos diretamente sobre a superfície da água.
  • Meça o cloro residual no dia seguinte com o auxílio do Kit de Testes e aumente ou diminua a dosagem de forma a obter entre 1 e 3 ppm.

Dosagem de cloro para choque

  • Ajuste a Alcalinidade Total da água entre 80 e 120 ppm.
  • Após longos períodos sem cloração ou quando a água estiver colorida, turva ou com odor desagradável, ajuste o pH entre 7,2 e 7,6 e adicione 15 gramas de cloro orgânico por metro cúbico de água. Repita a operação se necessário.
  • Só reutilize a piscina quando o teor residual de cloro for inferior a 3 ppm.

Cuidados e precauções

Precauções e cuidados especiais no uso do cloro:

  • Mantenha o cloro afastado de crianças e animais domésticos.
  • Mantenha o produto em sua embalagem original.
  • Evite contato com a pele, olhos e roupa. Evite inalação do pó.
  • Conserve a embalagem fechada em local fresco e seco.
  • Não misture com outros produtos, inclusive produtos para piscina (principalmente Hipoclorito de Cálcio) pois podem reagir violentamente produzindo explosões e desprendimento de cloro.
  • Lave os objetos ou utensílios usados como medida antes de reutilizá-los.
  • Depois de utilizar este produto lave e seque as mãos.
  • Evite a contaminação do solo e cursos d’água.
  • Informar os órgãos ambientais responsáveis.

Em caso de acidentes:

Em caso de contato com a pele ou com os olhos, lave com água corrente em abundância por pelo menos 15 minutos e procure um médico. Em caso de ingestão acidental procure um médico levando a embalagem ou o rótulo do produto. Em caso de inalação ou aspiração remova o paciente para local arejado e se houver sinais de intoxicação chame socorro médico.